• Home
  • /
  • Sobre mim
  • /
  • Contato
  • /
  • Blogs Parceiros
  • /
  • Escritores Parceiros
  • [Livro] #Resenha - Como (Quase) Namorei Robert Pattinson

    Skoob / Orelha de Livro


    Sinopse


    "Quando abro os olhos, ali estou eu. Deitada de bruços na areia da praia. E Robert Pattinson está passando óleo bronzeador nas minhas pernas". >> Aos 19 anos, Duda é literalmente viciada na saga Crepúsculo.

     Já perdeu a conta de quantas vezes leu os livros da série e assistiu aos filmes. Através de um perfil secreto na internet, ela se comunica com outras fãs do Crepúsculo que, assim como ela, estão totalmente convencidas de que não há garoto no mundo que valha um dente canino do vampiro Edward Cullen.

     Sua obsessão ganha fôlego com uma temporada de estudos em Nova York, onde ela faz planos mirabolantes para conhecer pessoalmente Robert Pattinson, o ator que interpreta o vampiro nos cinemas. Mas, após um incidente com seus únicos (e insubstituíveis!) livros da saga, Duda entra em verdadeiro surto de desespero.

     Percebe, então, que uma mudança radical em seu comportamento “crepuscólico” é mais do que urgente. O que ela não esperava era conhecer Miguel Defilippo, seu vizinho na ilha de Manhattan, que é a cara do ator Robert Pattinson! Apaixonante, lindo, rico, misterioso e ambíguo, Miguel acaba se tornando um desejo mais inacessível para Duda do que o próprio astro de Hollywood. Uma história cheia de humor, aventuras e reviravoltas, para você chorar de rir! 

    Impressões


    Este livro é da Carol Sabar, como bem pode se ver rs.

    Vi em alguns lugares que o livro foi classificado como Chicklit, o que no meu entender seria um erro, ou parcialmente. Tendo em vista que a Duda (a personagem principal do livro), até boa parte dele, é a típica garota rica, chata e fútil.

    Mas vamos lá... Eu dei boas risadas com este livro e vou dizer o motivo :

    A Duda (Eduarda Carraro) é viciada em Crepúsculo, doente na verdade e também por Robert Pattinson. E eu também tive essa fase louca compulsiva, só não fui apaixonada pelo Rob. Mas durante vários trechos do livro, me coloquei a pensar se eu era tão doente quanto ela rsrsrs. E vou dizer que me senti envergonhada, sério, demais.

    O fato mais engraçado, é que não bastou ela ter de mudar para Nova York, ela tinha que ter um vizinho que era a cara do Rob (ert Pattinson). E não bastando isso, ao entrar no curso de inglês ela arruma um melhor amigo que se apaixona por ela, no melhor estilo Jacob de ser. Logo, ela está envolvida num drama Crepúscolesculo (de onde eu tirei isso ?). E o pior, comecei odiando ela, a história e toda a chatice envolvida (será porque me via nas páginas ?), mas quando me dei conta, já estava rindo e chorando ali nas entre linhas. Apaixonada por ela, pelo enredo e até torcendo para que ela fosse feliz.

    Miguel Defelippo é realmente um..aff deixa para lá.

    Recomendo a leitura deste livro como um passatempo, dá para dar boas risadas.

    Nota :



    0 comentários :

    Postar um comentário